Arquivo para setembro, 2011

Casa no Sri Lanka por Tadao Ando

Essa casa de concreto com três andares localizada no alto de um penhasco com vista para o mar no sul do Sri Lanka pro projetada pelo arquiteto japonês Tadao Ando para um casal belga.

O arquiteto dividiu a casa em “caixas”, uma contém a recepção, cozinha, quarto principal. Uma caixa paralela contém quatro quartos de hóspedes, todos completos e com vista para o mar. Em outra caixa foi construída uma imensa sala de estar com quase 20 metros de comprimento com uma grande janela que pega os dois andares e que dá vista para o oceano.

O teto da casa abriga um terraço incrível com uma piscina infinita.

Arquitetura contemporânea rodeada pela exuberante natureza da região!


Hôtel Americano em Nova York por Enrique Norten

A rede mexicana de hotéis Habita é conhecida por seus belos empreendimentos à beira-mar, mas no dia 06 de setembro de 2011 o grupo invadiu o território americano. O lugar: Nova York! Hôtel Americano, o mais novo projeto possui 56 quartos, todos equipados com IPads com recomendações das melhores galerias, restaurantes, lojas e bares da região, um terraço supercharmoso com uma piscina ao ar livre onde é servido um café da manhã incrível, dois restaurantes e bares. O hotel disponibiliza bicicletas para os hospedes desbravarem NY!

É o primeiro empreendimento do grupo hoteleiro mexicano Habita, que tem os hotéis mais cool da Cidade de México, nos EUA.

O Hotêl Americano fica em West Chelsea, no meio das principais galerias de arte da cidade e a dois passos do Meatpacking District.

518 West 27th Street
Nova York, NY 10001
EUA


Etel tem peças expostas em galeria em NY

A Espasso, galeria Nova Yorkina especializada em design brasileiro inaugurou este mês uma exposição que celebra os clássicos e os lançamentos da Etel.

Móveis assinados por Isay Weinfeld, Etel Carmona, Claudia Moreira Salles, Jorge Zalszupin entre outros designers chamam a atenção dos visitantes que valorizam ainda mais o design brasileiro.

A poltrona Verônica do designer Jorge Zalszupin é a grande estrela da exposição. Verônica é a mais recente criação de Zalszupin, que não lançava nenhum produto novo desde 1960.

Quando a exposição terminar, as peças mais importantes irão para o acervo permanente da galeria em um espaço que contará a história do design moderno brasileiro.

A exposição “Etel for Espasso” funcionará até o final de outubro, mas você não precisa ir até NY para conferir essas verdadeiras obras de arte, em Belo Horizonte você tem a oportunidade de ver de perto e adquirir estes exemplares aqui na São Romão!

Espasso

38 N. Moore Street
Nova York, NY 10013


Estação subterrânea e abandonada do metrô de Nova York pode virar parque

Nova York pode estar no caminho de ganhar mais um parque. Esta semana, um time formado pelo ex-engenheiro de satélites da NASA e agora arquiteto, John Ramsey (RAAD Studio), o executivo da rede PopTech, Dan Barasch, e o administrador financeiro, R. Boykin Curry IV, está chamando a atenção com a proposta de um novo projeto de revitalização e conversão de lugares deteriorados em espaços de uso público.

A bola da vez é um parque subterrâneo, a ser construído em uma estação de metrô abandonada há mais de 60 anos, bem abaixo da Delancey Street, no descolado Lower East Side. Chamado de “The Low Line”, o ambicioso projeto aposta no uso cabos de fibras óticas e espelhos para levar luz natural para debaixo da terra.

A inventividade da proposta vai permitir o crescimento e a manutenção de plantas “underground” e também vai tornar a permanência do público no parque mais agradável. O projeto está pronto para ser apresentado aos órgãos competentes e com poder de autorização, ou não, da construção.

Esta não é, no entanto, a primeira linha transformada em parque da cidade. Em 1999, um grupo de moradores dos bairros nos quais ainda existiam partes de uma linha de trem elevada, chamada High Line e construída em 1934, se uniu contra a demolição do que restava da estrutura, com a proposta de transformá-la em um parque de uso público, nos moldes do francês Promenade Plantée, de 1993, primeiro parque elevado da história. O “High Line Park” foi completado em junho deste ano e está aberto ao público.

Fonte: exame.com


Prazer a três – São Romão, Iluminar e Marie Camille (Parte 01)

Móveis de design, iluminação e tapeçaria.

As três renomadas lojas resolveram unir forças e no dia 15 de setembro fizeram um evento exclusivo para arquitetos e decoradores.

O local escolhido não poderia ser mais inusitado, um motel desativado, que hoje pertence ao grupo, que futuramente irá construir ali um complexo que será um mix de móveis, iluminação, tapeçaria e arte contemporânea.

Os proprietários Tania Gontijo, Ronaldo Mafra e José Eduardo Haddad optaram por manter a “cara” de motel e criar uma atmosfera “trash & chic” na intenção de impactar os convidados.

Nas garagens das suítes foram montadas verdadeiras instalações de arte, cada uma com uma composição de móveis São Romão, iluminação Iluminar e tapetes ou acessórios Marie Camille.

Enquanto os convidados visitavam as instalações, um coquetel era servido.

Em determinado momento da noite, um violinista surge em meio aos convidados e os conduz a uma parte do motel, até então desconhecida pelos convidados, que se depararam com um palco com apresentação da Orquestra de Câmara do Sesiminas.

Tudo impecável, mas a grande surpresa da noite ainda estava por vir. Ao fim da apresentação as luzes se apagam, o palco é erguido e um salão digno de um palácio enche os olhos de todos. Mesas de banquete decoradas por Paulo Junqueira aguardavam o incrível jantar comandado pelo renomado chef Ivo Faria.

Noite que marca uma nova fase das três empresas e que com certeza ficará na memória dos que tiveram o privilégio de participar.


Fotos: Nani Rodrigues

Aguardem, em breve postaremos mais fotos do evento!


Casa Cor 2011 – “Estar” por Estella Netto

A arquiteta Estella Netto criou um espaço a fim de estimular a convivência familiar prezando pelo conforto e inovação.

O ambiente de 70 metros quadrados possui ares contemporâneos com toques que remetem a regionalidade mineira expressa nas obras de arte escolhidas pela arquiteta.

Um grande painel de ónix e o espelho que se transforma em uma tela de TV chamaram atenção dos visitantes.

A bela chaise “Moon” em couro natural envelhecido tem lugar de destaque, esta foi colocada em frente a um jardim  vertical de samambaias que deu mais vida ao ambiente.

Segundo Estella “O uso da madeira aliada a elementos naturais, como painel de madeira ripada com orquídeas brancas, a persiana em madeira e os móveis revestidos de couro, são alguns elementos que comunicam a sofisticação descoberta nessa união”.

Fotos: Daniel Mansur


Casa Cor 2011 – Loft da Decoradora por Denise Vilela

Fotos antigas, tapetes de fibra natural, algumas poltronas de designers brasileiros, tudo bem pessoal e com a cara da decoradora Denise Vilela. O aconchegante loft é todo em tons claros, desde a madeira utilizada no painel lateral á parede em tom azul.

A estampa floral da colcha da cama e detalhes da iluminação em tons de rosa deixam o ambiente ainda mais feminino.

Denise fez um projeto que foge dos padrões “milaneses”, mas nem por isso deixou de lado a tecnologia. Um projetor reflete imagem em um vidro, que quando desligado some em meio ao loft.

Tudo ficou lindo e de muito bom gosto!


House 20 em Melbourne, Austrália por Jolson Architecture

Vista de frente, são grandes vigas de concreto suspensas sobre um muro cor de bronze que chamam a atenção de quem passa por essa casa em Melbourne. Se observada pela lateral, você vê que essas vigas continuam ao fazem parte da estrutura da casa com influências modernistas que foi construída em um terreno plano com extrema privacidade para os moradores.

A casa de três andares é cheia de obras de arte e possui  bastante espaço interno e muita entrada de ar. Mais um belo exemplar da arquitetura australiana!


Capela La Estancia em Cuernavaca – México por Bunker Arquitectura

Localizada na cidade de Cuernavaca, há mais ou menos uma hora de carro ao sul da Cidade do México, foi construída em meio aos tradicionais jardins coloniais mexicanos a Capela La Estancia.

Os jardins sempre foram palco de muitos casamentos porém não havia uma capela no local, até que um dos sócios do Bunker resolveu se casar no local, daí surgiu a ideia da construção da capela.

A construção toda em painéis de vidro que permitem circulação de ar não briga com os jardins, pelo contrário, deixou o lugar ainda mais charmoso, uma capela de vidro no meio de um belíssimo jardim, cenário inspirador para um casamento, não?


Etel Interiores homenageia Oswaldo Bratke

No dia 24 de agosto a Etel Interiores apresentou para um seleto grupo de convidados a, até então nunca editada para venda, cadeira Bratke, uma homenagem ao arquiteto Oswaldo Bratke.

A cadeira original foi desenhada pelo arquiteto em 1948, que teve como inspiração suas viagens à região amazônica.

A Etel, em comemoração aos 104 anos que o arquiteto completaria, produziu uma limitada tiragem com apenas 104 exemplares deste clássico do design brasileiro com traços minimalistas, composta por quatro formas de pau marfim ligadas apenas por um parafuso.

No evento de lançamento, Etel Carmona recebeu o pianista Marcelo Bratke, que tocou clássicos com Bach, Villa Lobos e Tom Jobim.

Dando continuidade ás  comemorações, a Etel abriga em sua loja a exposição “Tributo a Oswaldo Bratke – 104” em homenagem ao arquiteto.

A exposição aberta ao público ficará na loja até o dia 30 de setembro.

Desenho por Oswaldo Bratke

Desenho por Oswaldo Bratke

Tributo a Oswaldo Bratke – 104
 
Local: Etel Interiores
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1834
Jardim Paulistano
São Paulo – SP