Casas

Pedro Lázaro

1

Pedro Lázaro segue em frente com sua veia artista de sempre, mas desta vez com a premissa do conforto em primeiro lugar.

Esse ultimo projeto de uma residência de 1.800 m² no interior de Minas Gerais, que contempla uma arquitetura minimalista e um mobiliário com explosão de cores, porções de cheios e vazios, escuros e claros, feitos com bastante confiança e inteligência pelo arquiteto.

A necessidade uma postura sustentável, exigiu um minucioso cuidado com o projeto, e gerou uma customização de peças especiais. Um exemplo disso é a iluminação, que precisou ser desenvolvida de um perfil de 6 mm que abrigasse lâmpadas de LED no forro, ao invés de junto a parede.

Uma curiosidade deste projeto, foi que ele  partiu de um desafio em manter uma construção pré existente em estilo Neocolonial somado a um estilo totalmente moderno em linhas retas típicas do arquiteto.

O resultado não poderia ter sido mais especial do que este que você confere abaixo.

A São Romão, participou de alguns importantes ambientes tais como as poltronas Diz da varanda coberta, o aparador Isay Weinfeld que aparece no canto esquerdo da foto do Living (spfá vermelho), e as poltronas 801 por Jorge Zalszupin – Todas as peças pertencentes a linha ETEL para São Romão.

Viva Minas!

 

3

4

5

6

7

8

9


Arthur Casas mais uma vez!

 

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas
Arthur Casas é sim um dos meus favoritos do Brasil, quem dirá do mundo. Este projeto realizado num condomínio em São Paulo chamado Baleia, é simplesmente um máximo. Um jogo constante de fusão entre partes cobertas e descobertas o projeto responde ao desafio entre manter a privacidade em relação aos vizinhos mais próximos sem perder as vistas espetaculares da paisagem circundante.
No plano térreo do projeto a intenção é criar um caminho cuja paisagem se revele em camadas que aproxima os moradores/visitantes a praia. Um pátio central ou o jardim interior da casa traz luz abundante para o núcleo da casa.
O teto da sala de jantar é baixo e aberto para esse mesmo pátio, e permite uma generosa vista ao mar, porém o teto da sala de estar é duplo e fechado com uma porta de vidro que integra o exterior e interior.
Os quartos distribuídos de um lado da casa dão vista à parede vizinha, por isso um jardim vertical foi feito. O corredor que liga os dois volumes tem persianas de madeira em ambos os lados, o que permite uma ventilação natural maravilhosa.
Esse projeto possui muitos detalhes interessantes.
Vale a pena saber um pouco mais! O mobiliário foi muito bem definido! Poltrona Mole, sofás Pátio Brasil (em madeira), Revisteiros e mesas laterais por ETEL Interiores, Cadeiras de jantar em palinha Bossa por Jader Almeida.
Lindíssimo!

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-02

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-010

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-012-1024x687

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-016-1024x400

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-08

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-07

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-011

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-05

Condominio-Baleia-by-Studio-Arthur-Casas-06-1024x685

 


CASA CUBO por Isay Weinfeld – Brasil. São Paulo.

Isay-Weinfeld-Design-Home10

Em São Paulo, no Brasil, uma casa e um arquiteto.

A Casa Cubo, projetada por Isay Weinfeld vem roubando a cena, e literalmente o chão do mundo inteiro. É uma casa galeria privada e possui uma casa de hóspedes para dois colecionadores de arte.

Localizada no bairro de Jardins, é um edifício de três andares cuja a sala de estar de altura dupla esta no piso térreo e é o maior espaço na casa e por tanto oferece grandes telas que podem exibir paitings, esculturas, e uma seleção de peças de mobiliário de designer.

A escada espiral é feita de pau-ferro brasileiro e é o ponto principal da casa. Outras duas de aço dobrado conectam o primeiro andar que é a biblioteca até um mezanino.  Ambas são suspensas a patir de cima e parecem estar flutuando logo acima do piso.

O mobiliário escolhida para foto é de Alvar Aalto, Pierre Jeanneret, Gio Ponti e Lina Bobardi e neste ambiente grandes portas de vidro correm ao longo de uma borda e integram esse espaço a um terraço, jardim e lagoa do lírio.

Aposentos privados consistem em 3 quartos e uma sala de estar bem iluminada através de uma abertura do chão ao teto. As áreas de garagem e de serviços estão localizados na cave.

Palmas para Isay!

Casa-Cubo-by-Isay-Weinfeld_dezeen_5

Casa-Cubo-by-Isay-Weinfeld_dezeen_6

Casa-Cubo-by-Isay-Weinfeld_dezeen_7

Casa-Cubo-by-Isay-Weinfeld_dezeen_8

Casa-Cubo-by-Isay-Weinfeld_dezeen_10

Isay-Weinfeld-Design-Home2

Isay-Weinfeld-Design-Home4

Isay-Weinfeld-Design-Home6

 

Isay-Weinfeld-Design-Home8

Isay-Weinfeld-Design-Home9

Isay-Weinfeld-Design-Home10

isay 1

Isay 4

Isay 7

Isay 8

Isay 9

Isay 17

isay 18

Isay 21

Isay 22

Isay 23

isay 28

isay 29

isay 31

isay 33

isay 34

isay 35

isay 37

isay 39

 


Residência Contemporânea por Arthur Casas

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas2

Situado em um bairro pitoresco do Rio de Janeiro, Alex Lerner casa projetada pelo renomado arquiteto brasileiro Arthur Casas ‘s, é ao mesmo tempo contemporâneo e cheio de cultura. É uma criação de tirar o fôlego que está na cúpula de granito. Uma série de fotografias é impressionante para descobrir a seguir.

Arthur Casas é um arquiteto que esta sempre criando. Reparem como ele é genial e perfeito em tudo o que faz. Arquitetura, Design e decoração.

 

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas1

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas3 Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas4

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas6

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas7

Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas10 Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas8 Contemporary-Residence-by-Arthur-Casas11


S House por Nicolas Schuybroek In Cap d’Antibes, Côte d’Azur.

216
Arquiteto belga Nicolas Schuybroek de NS Architects concluiu recentemente um notável minimalista casa térrea no sul da França. Situado no Mediterrâneo, na Côte d’Azur, mais especificamente em Antibes Cap d ‘, esta é a arquitetura moderna no seu melhor; linear, geométrico, elegante e belíssimo, é artisticamente integra e se adapta ao seu ambiente circundante.

A casa unifamiliar, que está localizado em uma paisagem de beleza única ocupa uma posição privilegiada, onde ele dá para o meio natural do Mar Mediterrâneo e as Ilhas Lérins. Realização de Schuybroek é tanto fusão e justapondo o forte uso do concreto com o meio ambiente exuberante envolvente. O único andar linear S House concebido como um volume posicionado na sua configuração do lado do mar é de fato um volume que proporciona uma sensação de continuidade construtiva com grandes aberturas para desfrutar piscina e vistas do lado do mar.

Adoro o uso do material neste projeto. Discreto cinza concreto mudanças sombra e textura, dependendo de uma luz. Ele também cria a sensação de serenidade e profundidade, misturando exterior e interior em um conjunto arquitetônico de líquidos.

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-10

 

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-9

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-7

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-5

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-3

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-4

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-2

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-1

Cap-d-Antibes-Cote-dAzur-France-photo-Claessens-and-Deschamps-architect-Nicolas-Schuybroek-yatzer-8

 


Maria Helena Botrel.

4507

Maria Helena Botrel nossa amiga e grande profissional fez um trabalho maravilhoso para um jovem solteiro morador de um condomínio nos arredores de Belo Horizonte. A construção é um anexo de 600 m² feito para festas e reuniões, mas que ao mesmo tempo possui conforto e privacidade nos fins de semana.
O projeto é amplo, claro, suave e moderno. A ideia era ainda ter uma pegada tradicional da região e por isso alguns revestimentos como a pedra mineira que cobre a parede do living e alguns móveis típicos de Minas Gerais.
Maria Helena diz “Adotamos um estilo contemporâneo com referências, caso da mesa de ourives, de Minas, do século 18, que faz às vezes de aparador, além de uma coleção de tocheiros de madeira entalhada e policromada da mesma época”.
A construção foi realizada em um só nível aonde um grande living com amplas portas e varanda formou um ambiente integrado.
Maria Helena foi convidada pela Vogue para participar do Giro da Revista Casa Vogue e fez um belíssimo roteiro das lojas do circuito mineiro.
A São Romão fez parte do roteiro… veja as fotos.

4546

4551

Mesa de Centro Aranha – coleção Branco & Preto por ETEL Interiores. Parte do acervo São Romão.

 

4572

Mesa Mineira ETEL Carmona.

4553

Mesa Mineira ETEL Carmona e Armário Dueto. Acervo São Romão.

4560

Aparador Redentor. Acervo São Romão.

4561

Armario Dueto. Acervo São Romão.

4543

Cadeira Helen e Cavalete Reale acervo São Romão.

4567

4544

Poltrona Ralph Lauren por São Romão.

4541

 

4574

4621

4475

4619

4607

 


Projeto Nara Cunha – Villa Alpina.

_MG_1174

Nara Cunha, nossa amiga e excelente arquiteta teve como desafio atuar com o mix de estilos em total harmonia aos ambientes. Usar móveis e objetos clássicos com peças de design atual, para deixar a residência com a identidade pessoal de quem vive nela, preservando a história de vida particular e única dos moradores.

Veja o resultado…..

_MG_1202

Mesas de centro : ICOSI (fio de aço sobrado e pintado) Tecidos de bananeira: Again.

_MG_1186

Abajour Alle, cadeira e banco de ferro provance São Romão.

_MG_1188

_MG_1192

Criado Antony

_MG_1203

Mesa de centro Dana, poltrona Mole, banquinho Mocho, mesinha lateral azul por São Romão.

_MG_1213

Mesas de Centro Domitilla , Mesa lateral Catedral.

_MG_1216

Mesinha lateral Felipe, Poltrona Diz em lona verde Sérgio Rodrigues e Mesa de centro Domitilla.

_MG_1212

Poltronas Mole, Mesas de centro Domitilla, banquinho bate-papo.

_MG_1256

Poltrona Astúrias, mesa de centro Lu Handam, Mesa lateral quadro.

_MG_1234

 

_MG_1257


Flávia Frauches.

Casa FLavia-29

Flávia Frauches Arquitetos Associados, é um escritório sério que oferece soluções inteligentes de arquitetura e decoração.

A criatividade, agilidade e competência de seus projetos comprovam que a equipe é coesa e muito preparada!

Recentemente Flávia acaba de finalizar um projeto no Morro do Chapéu que ficou incrível!O mobiliário foi cuidadosamente escolhido para fazer jus a arquitetura moderna da arquiteta.  As poltronas Oscar,do Sérgio Rodrigues para a sala de jantar, o sofá da área externa todo retinho, as chaises de sol, as poltronas Astúrias, do Carlos Motta, a Chaise Rio de Oscar Niemeyer.

Ficou simplesmente maravilhosa a casa! Vejam os banheiros, quanto conforto e sofisticação. Parabéns Flávia! Obrigada pelo prestigio de também escolher a São Romão.

fotos:Nathalie Bohm

Casa FLavia-30

Casa FLavia-33

Casa FLavia-35

Casa FLavia-36

Casa FLavia-37

Casa FLavia-38

Casa FLavia-39

Casa FLavia-43

Casa FLavia-41

Casa FLavia-42

Casa FLavia-46

Casa FLavia-47

Casa FLavia-50

casa flaviae COR

Casa FLavia-52

Casa FLavia-55

Casa FLavia-59

Deca FF1

Casa FLavia-60


Studio Sofield+ Red Mountain Aspen

item0_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-01-exterior

O desig William Sofield teve a difícil missão de atender um casal com desejos um pouco divergente: Um marido modernista, e uma mulher tradicional. Assim como os clientes, o resultado é uma mistura muito sofisticada destes dois estilos.

A grande responsabilidade era acima de tudo a integração com a paisagem da Red Mountain em Aspen e o aconchego de uma tradicional casa na neve.

Segundo o arquiteto a compreensão necessária para o sucesso do projeto é atender as necessidades de ambos os lados. A residência possui 8.500 metros quadrados e seis quartos. A arquitetura original da casa é de 1980 de Frank Lloyde Wright.

A parede de pedra migra do exterior para o interior, e a casa anuncia o modernismo elegante das linhas, vidros, e uma sala de pé direito alta.

Os painéis de madeira são de nogueira e ficou incrível a lado das pedras, e lareira existentes na sala. O objetivo para Sofield é “equilibrar, em peso, de massa, textura cor, tudo”…e para arquitetura de interiores é “combinar móveis em forma do que pedigree. A Sensação, deve ser casual colleged do mix que parece certo para este tipo de casa”.

Muito bem colocado, não é?

Photography by : Scott Frances

revista AD.

item1_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-02-living-room

item2_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-03-living-room

item5_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-06-family-room

item6_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-07-kitchen

item8_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-09-media-room

item9_rendition_slideshowWideHorizontal_studio-sofield-14-master-bedroom

item3_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-04-staircase

item11_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-11-dressing-area

item12_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-12-guest-bedroom

item10_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-16-master-bath

item15_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-10-guest-bath

item14_rendition_slideshowWideVertical_studio-sofield-15-master-bedroom


Carico l Bosque da Ribeira

_BFL6423

A CASA CLÁUDIA este mês acabou de sair do forno e escolheu o projeto do arquiteto Carico para capa. É uma varanda, no condomínio Bosque da Ribeira que fica em Nova Lima e foi reformada recentemente.

Segundo o arquiteto competir com a natureza nunca é uma alternativa para ele. No caso desta varanda especificamente, ele tentou ao máximo fazer algo sóbrio que não ofuscasse em nada a maravilha das copas das árvores que estão ali em volta. Nem mesmo uma televisão poderia entrar.

Sem o título de “Varanda Gourmet” tão recorrente nos últimos tempos, a proposta era abrigar uma pequena sala de fitness, uma varanda para um convívio social integrado a natureza, uma adega e uma grande mesa de jantar para 12 pessoas.

O lavabo foi uma das premissas dos proprietários, pois nele gostariam de trazer a tona um estilo de vidro de “Trancoso”. A solução do arquiteto foi fazer um jardim particular fechado com grandes portas de correr de vidro. O espelho sem molduras e sem apoio parece flutuar.

O arquiteto utilizou as copas das árvores como recurso para dar uma luz agradável em todo ambiente. O resultado final foi uma sensação de “Casa na Árvore”.

Os móveis que compõem o ambiente foram: Poltrona Diz (Sérgio Rodrigues), Sofá Mila , Mesa Pedro, cadeira WishBone, almofadas Elisa Atheniense, Poltronas Thais, Cadeira Rococó, bancos em madeira Pênsil (ETEL CARMONA), Puffs de corda náutica Marina (Tidelli).

_BFL6356

_BFL6379

_BFL6382

_BFL6426

_BFL6427

_BFL6451

_BFL6439

_BFL6463

_BFL6456

_BFL6452

_BFL6412

_BFL6397

_BFL6397

_BFL6329

_BFL6338


ESTÚDIO PARA UM COMPOSITOR. Spring Prairie, Wisconsin.

 

Para este edifício claramente percebemos um único propósito: a simplicidade.

Com poucos elementos, este projeto foi basicamente composto por uma caixa de aço enferrujado que flutua sobre outra caixa semienterrada de concreto e o espaço intermediário é preenchido por uma lasca de vidro translucido.

Este estúdio de gravação foi realizado para um guitarrista/compositor, que neste caso precisou de um espaço para fosse inspirador, ou seja, nada melhor do que o verde da belíssima natureza que circunda o edifício.

As grossas paredes possuem um nível superior de isolamento acústico. Enquanto as extremidades abertas como a varanda, permitem o contato com o exterior de forma direta.

Além de tudo a casa recebe um telhado verde que proporciona um armazenamento dos equipamentos de forma mais segura.

Os arquitetos foram Brian Johnsen e Sebastian.

Este projeto foi “super” premiado! Adorei!


Casa “Terra Nova” em São Paulo por Isay Weinfeld

A residência batizada como Terra Nova, foi projetada pelo Arquiteto Isay Weinfeld e tem como característica principal, dar amplitude ao espaço utilizando da luz natural através dos vidros de sua estrutura. A área externa assinada pela paisagista Isabel Duprat é composta por plantas tropicais e bambus.

A decoração dos ambientes, também assinada pelo arquiteto, foi inspirada nas décadas de 50 e 60. Seus móveis contam com a assinatura de designers americanos, dinamarqueses e peças dos designers brasileiros Sergio Rodrigues e Jorge Zalszupin (que você encontra na loja São Romão).

Segundo o arquiteto Isay Weinfeld, “o projeto não tem nenhum conceito imposto. Depende apenas das impressões de quem vê”. Deixando assim, a interpretação de seu projeto aos olhos de quem o admira. Mais um belíssimo projeto deste arquiteto que a São Romão adora.

 

Banco Mucki - Design Sergio Rodrigues

 

Carrinho Zalszupin - Design Jorge Zalszupin para Coleção ETEL



The Sheed, exemplo de reforma em Sydney, Austrália, por Richard Peters Associates

Escondida em uma rua do subúrbio de Randwick, próximo da Praia Coogee está essa construção do ano de 1890 de 74 metros quadrados foi erguida por dois irmãos ferreiros.

Nos últimos 120 anos o prédio funcionou como uma loja de conserto de motocicletas, oficina e mais recentemente como um estúdio para artistas locais. Um dos proprietários, que cresceu na região pensou em colocar o imóvel à venda mas teve o insight de reformar o local e fazer dali a sua moradia.

O projeto de orçamento limitado atendeu bem os contratantes que queriam uma casa que utilizasse pouca energia, fosse confortável e que maximizasse a privacidade.

Confira o antes e o depois.

Antes:

Depois:


Casa dos Ipês em São Paulo por Marcio Kogan

Concreto, pedra e madeira dialogam em perfeita harmonia nesta casa incrível composta por blocos retangulares, projetada por Marcio Kogan.

Característica do arquiteto, as grandes aberturas também estão presentes em ambos os pavimentos da casa. No primeiro pavimento, um grande cômodo multitarefas atende as necessidades da família que ali vive. Um jardim invade o living através dos painéis de madeira.

Kogan utilizou móveis assinados que você encontra na São Romão e deixaram a casa ainda mais sofisticada.

Este projeto  concorreu ao prêmio internacional Inside Awards 2011!

Poltrona Asturia - Design Carlos Motta para São Romão


Casa de Sauna na Suécia por Wingardhs

Esta é uma antiga fazenda transformada em uma casa de férias para família próxima da cidade de Malmo. Projetada especificamente para ser que os proprietários pudessem usufruir da sauna e de banhos especiais, a casa ganhou uma bela sala de sauna, espaço para receber os amigos onde eles possam se despir e relaxar, tudo isso em meio a um belo parque natural com atmosfera Zen. O interior da casa é repleto de janelas que permitem entrada de muita luz natural, o revestimento é com muita madeira que aquece e deixa a casa mais aconchegante

Na Suécia, o ritual da sauna envolve cozinhar, relaxar e tomar um revigorante banho de água fria.


Casa nos Jardins, em São Paulo, por Liliane Barboza e Ricardo Bello Dias

Essa casa incrível em formato de caixa localizada no bairro dos Jardins, em São Paulo é uma obra da arquiteta Liliane Barboza junto com Ricardo Bello Dias. Com inspiração das linhas de Lina Bo Bardi e Paulo Mendes da Rocha, a casa tem fortes traços do modernismo.

O pilotis, sem janelas, se integra ao pátio, o que traz o verde dos jardins para dentro.

Os jardins verticais estão sempre presentes uma vez em que todos os ambientes da casa têm saída para a área externa.

Na decoração foram usados móveis italianos mesclado com peças de família, tudo de extremo bom gosto.


Quinta da Baronesa em São Paulo por Arthur Casas

Casa cuidadosamente inserida na paisagem natural que oferece amplos horizontes, suaves declives que alternam bosques, clareiras e campos cultivados que despontam como moldura perfeita. Essa belíssima casa de fim de semana se funde pelos materiais, cores e escolhas volumétricas com a natureza ao redor.

No piso inferior desenvolvem-se todos os espaços da casa, construída com tijolos de demolição. No primeiro piso estão as quatro suítes, algumas delas se abrem para um amplo terraço, já a suíte principal se abre para a piscina. Os espaços da casa interagem entre si, unindo cozinha e salas. As paredes brancas de todos os ambientes valorizam a madeira do piso. Para a decoração, Arthur Casas, além das peças de sua autoria, utilizou muitos móveis da coleção ETEL, que a São Romão adora!


Casa em Nova Lima, Minas Gerais, por Humberto Hermeto

O proprietário gostaria que sua casa fosse o mais alto possível para aproveitar bem a vista e também que todos os espaços estivessem em um único nível. Tarefa difícil já que o terreno, que havia sido comprado antes do projeto, era um monte bem inclinado.

Áreas privadas e sociais são divididas por um espaço vazio que ao mesmo tempo conecta com o nível inferior, onde se encontra área de serviço, sala de estudos, sauna e dependência de empregada.  A cozinha faz ligação com a área de laze.

As vigas aparentes e o teto, ambos são revestidos com textura que lembram cimento queimado.

 


Casa Höller na Italia por Thomas Höller

A casa que pertence ao arquiteto, foi construída sobre pilares e das quatro laterais, três são todas de vidro e painéis metálicos que podem ser girados possibilitando entrada ou a barragem de luz solar da maneira que o proprietário quiser.

Uma torre circular com uma escada espiral passa pelos dois andares do edifício. O corpo da construção é sustentado por finas barras de aço que são bastante resistentes.

Devido a sua localização em um vale, o arquiteto tem uma vista única independente da época do ano.


Shoreham House na Baía de Westernport, Australia, por SJB Architects

Situada na Baía de Westernport em um terreno com vista magnífica, esta casa foi concebida como dois pavilhões.

Em um dos pavilhões está o terraço com belíssima piscina, sala de jantar ao ar livre, área de lazer já no outro encontram-se os quartos, e salas íntimas. Os arquitetos criaram espaços flexíveis para as necessidades de uma grande família.

Os espaços são versáteis, divididos por painéis que podem ser transformados de acordo com a vontade dos moradores.

 


Glass/Wood House em Connecticut por Kengo Kuma

O primeiro trabalho do arquiteto japones Kengo Kuma nos Estados Unidos foi a expansão da casa do arquiteto John Black Lee. A casa que foi construída em 1956 foi expandida em 2011. A construção ganhou lareira central, sala de estar, dois quartos e uma cozinha compacta em forma de ilha.

Kengo Kuma projetou um L transparente com interior aberto em sua maioria e o mínimo de paredes. Os ambientes foram divididos com malha de aço inoxidável. O projeto de Kuma também envolveu modificações para a casa existente, como a substituição de uma parte da parede com vidro, a fim de aumentar a conexão visual entre a estrutura nova e a antiga.

A antiga estrutura e a atual foram cuidadosamente ligadas para não afetar a construção original e aumentar a sensação de fusão com a natureza.


Casa na Italia por Patricia Urquiola

Projetada pela arquiteta Patricia Urquiola para a diretora criativa da Moroso, Patrizia Moroso, essa casa surpreende pela elegância, beleza e simplicidade. Apesar de ser repleta de peças exclusivas como o protótipo do sofá Rift revestido com tecido africano, a casa é bastante modesta e contida. A construção serena e arejada possui quase 3 mil m² é bem integrada á natureza.

A proprietária da casa se diz atraída pelo “estranho”, sua casa é uma espécie de lugar de provação para ela, uma extensão do que será feita para a Moroso.

Arte contemporânea está presente, como a caixa de luz de Fathi Hassan e uma grande fotografia de Boubacar Touré, ambos os artistas foram apresentados durante a Feira de Milão de 2009.


Casa W em Holsbeek, Bégica, por dmvA Architects

Este projeto, apesar de ter sido construído em uma maravilhosa floresta na Bélgica teve seus percalços, já que a região é bastante montanhosa e a arquitetura da casa tinha que fundir-se na paisagem.

Os arquitetos resolveram que a casa deveria assumir a forma da encosta. A construção foi toda revestida com uma tela o que a deixou camuflada entre as plantas, proporcionando integração definitiva da casa com a natureza!


Division House na floresta de Suwa, Japão

Localizada na floresta de Suwa em Nagano no Japão, a casa projetada por Takei Nabeshima Architects, idealizada para ser um refúgio de fim de semana para um casal de Tokyo. Os arquitetos projetaram a residência como se fosse uma espécie de bússola.

Trata-se de um grande cubo composto por quarto, sala, sala de estar, cozinha e um pequeno cubo anexo.

A estrutura, as paredes, os móveis e as janelas são todas feitas de madeira. Quando se está dentro da casa, a sensação que se tem é de que está no meio da floresta.